INTERFERÊNCIA NOS ESTUDOS CLIMÁTICOS GERAM POLÊMICA

Confira abaixo matéria recente do site MSN Verde:

E-mails roubados abrem polêmica sobre clima

Computadores da Universidade East Anglia, no Reino Unido, foram invadidos e mais de mil e-mails e 3 mil documentos trocados entre cientistas do clima foram roubados, abrindo polêmica no mundo acadêmico a poucas semanas da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-15), em Copenhague. O material, que revelaria uma suposta manipulação de dados para reforçar a tese do aquecimento global, está sendo usado por céticos para alertar que a necessidade de corte de emissões de CO2 não passaria de uma farsa planetária. Cientistas afirmam que o roubo faz parte de uma campanha para evitar um acordo climático.

Muitos dos e-mails roubados foram trocados entre cientistas que participaram do relatório do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC). O documento, de 2007, foi o primeiro a confirmar que o aquecimento global é resultado da atividade humana. Phil Jones, que teve e-mails roubados, diz que palavras como "truque" e "esconder a queda" foram usadas fora de contexto pelos hackers.

Mas a polêmica já virou debate político. Lord Lawson, cético da mudança climática, pediu investigação e disse que a credibilidade da ciência está em jogo. O secretário-geral da Organização Mundial de Meteorologia (WMO, na sigla em inglês), Michel Jarraud, rejeitou a tese. "É lamentável que ainda traga impacto um rumor como esse."

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

É realmente impressionante o quanto barreiras da web que antes achávamos improváveis de serem quebradas estão sendo violadas. A tecnologia ao mesmo tempo em que nós ajuda, por outro lado também pode ser usada como forte ferramenta para se realizar atos ilegais. Vivemos situações de calamidade com relação ao nosso ambiente, ao mesmo tempo em que encontramos soluções e novas idéias para tentar amenizar as diversas situações preocupantes com relação ao nosso planeta, encontramos em nosso caminho dificuldades criadas pelo próprio ser humano, o principal causador de todos os problemas. Temos como exemplo além do caso citado acima, vários resultados de campanhas sustentáveis que não possam ter tido um resultado tão eficiente quanto o esperado, ou após sua veiculação periódica, essa sua contribuição não ter continuado gerando novos comportamentos na sociedade. Muito tem se feito com relação à conscientização, e muito ainda tem que ser realizado. Não vamos aderir a atitudes de desistência por conta das dificuldades encontradas, mas sim, mostrarmos que mesmo como causadores dos problemas, podemos ser a solução para eles, se cada um faz a sua parte, a diferença irá transparecer e um planeta melhor para todos iremos cultivar.

(Foto: Alberto Oliveira)

3 comentários:

Pedro 30 de novembro de 2009 17:37  

Internet é globalização. A noticia chega rápido, a maldade também.

Marina 1 de dezembro de 2009 10:14  
Este comentário foi removido pelo autor.
Marina 1 de dezembro de 2009 10:15  

Está claro que esse rumor de que há manipulação de dados entre cientistas é falso! Os seres humanos estão a cada dia pior, negando a acreditar que a causa dos problemas em nosso planeta é culpa nossa. Se essa história for levada mais longe e colocaram mesmo em jogo a credibilidade da ciência, será mais uma prova de que o homem está se negando a enxergar os problemas.

Ruído Maior

Idéias voltadas ao Meio Ambiente, Cultura Pop e Sustentabilidade nunca andaram tão bem unidas durante os últimos anos. Novos modelos de consumo, tendências lançadas pela tecnologia vem tornando a sociedade cada vez mais globalizada. No meio de tudo isso ainda restam vestígios do que ainda pode ser feito para salvarmos nosso planeta de uma total explosão industrial por todos os lados, ruídos que andando lado a lado da publicidade conseguem reinventar conceitos e criar novos pensamentos.

Propaganda Sustentável

Vale a pena conferir!

Torne-se amigo!

Seguidores

eXTReMe Tracker